Muitas pessoas têm o sonho de presenciar a Aurora Boreal, um dos fenômenos mais incríveis que a natureza pode oferecer. Concretizar esse sonho pode não ser uma atividade tão fácil, por suas inúmeras variáveis. O evento natural ocorre em apenas alguns lugares do planeta, durante alguns períodos do ano e é difícil de prever se será ou não visível no dia desejado.

É uma experiência que não é para todos, exige uma pitada de ousadia. Não é algo estático, como outros celebrados atrativos turísticos naturais como Machu Picchu, Grand Canyon, entre outros, por exemplo. É algo com pouco controle, que segue seu ritmo natural e também por isso é tão impactante.

Por todas essas razões, ter a oportunidade de contemplar a Aurora Boreal é uma vivência tão peculiar. Encanta aos olhos, e transforma quem a observa como um todo. E, são ingredientes fundamentais para deixar essa jornada tão emocionante a busca, a caçada, a trajetória.

PARA UMA EXPERIÊNCIA COMPLETA, VIAJE COM ESPECIALISTAS

 

A região do Ártico é repleta de particularidades e exige certa bagagem para que possa ser aproveitada da melhor forma. Principalmente, para os visitantes que desejam realizar a Caçada à Aurora Boreal.

Além do entusiasmo natural, afinidade com esse tipo de clima, paisagem e atividades, para a Equipe Borealis, por exemplo, foi necessária uma longa trajetória, ao longo das últimas duas décadas, para apurar o olhar e adquirir conhecimento para maximizar as chances de sucesso em cada jornada.

E justamente por saber que essa é uma viagem diferenciada, queremos dividir com você aspectos importantes que devem ser considerados no planejamento de uma viagem de Caçada à Aurora Boreal, visando evitar experiências não tão bacanas:

  • REALIZAR ESSA EXPERIÊNCIA POR CONTA PRÓPRIA PODE SER FRUSTRANTE

Hoje, muitas pessoas buscam informações e conhecimento pela internet, o que é ótimo. Porém, nem todo o conteúdo disponível representa a realidade e a frustração pode ser grande, pois há um investimento razoável envolvido nesse tipo de viagem.

Para conseguir ver as incríveis luzes do norte, há toda uma operação montada com muito estudo, parceria com profissionais nativos e experiência aplicada de outras vivências. Conseguir tudo isso sem o apoio de estrutura adequada reduz significativamente as chances de sucesso.

  • CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

Os destinos do Círculo Polar Ártico, mesmo no verão, têm temperaturas relativamente baixas. A partir da metade de novembro, geralmente começa a nevar no norte da Noruega e região, fazendo com que a temperatura fique negativa quase todos os dias. Portanto, a presença de nevascas é comum, o que pode dificultar as saídas para as caçadas à Aurora Boreal.

Para estar atento às condições mais atualizadas é necessária uma relação próxima com a Central Meteorológica desses locais, evitando assim surpresas desagradáveis. Isso é muito mais possível para empresas especializadas, que estão constantemente promovendo esse contato.

Outro fator importante, é que as expedições são noturnas, o que também dificulta a visualização das estradas e locais por onde os veículos passam. E sem experiência prévia, fica muito difícil saber quais decisões tomar.

  • MELHOR ÉPOCA DO ANO

A Aurora Boreal acontece o ano todo, porém em determinados meses a visualização é mais fácil. Para observá-la é necessário que hajam algumas horas de escuridão, por isso, o período recomendado é de setembro até meados de abril, havendo alguma variação dependendo do destino escolhido.

Também leve em consideração que em setembro e outubro as temperaturas são mais amenas. E a partir de novembro a incidência de neve aumenta, proporcionando aquela graciosa paisagem de inverno. 

Decidir o período e destinos ideais para sua Caçada é mais um ponto que uma empresa especialista como a Borealis pode te ajudar. Com nossa bagagem, procuramos entender seu perfil de viajante, suas preferências, e assim proporcionar uma escolha muito mais assertiva.

  • LEGISLAÇÃO E SEGURANÇA

Dois itens imprescindíveis para você ter uma boa experiência. As expedições da caçada precisam estar dentro das normas e exigências da legislação turística de cada destino, para que sua realização seja tranquila.

Além disso, é fundamental que guias, especialistas locais e motoristas possuam os certificados específicos registrados nos órgãos governamentais de turismo locais. E esses são aspectos bem difíceis de checar e garantir, sem o apoio de uma agência especializada.

  • SUSTENTABILIDADE

É necessário prezar pelo respeito ao meio ambiente durante a viagem. Somente assim, o equilíbrio natural é garantido e um número maior de pessoas poderá ser contemplado com a mesma experiência fascinante que você.

A sustentabilidade faz parte das jornadas da Borealis como forma de agradecer à natureza por nos oferecer tamanha beleza, e também para garantir que mais pessoas possam conhecer os destinos do Ártico e presenciar a Aurora Boreal.

Se você estiver pensando ou mesmo já planejando uma viagem de Caçada à Aurora Boreal, é muito relevante levar em consideração estas dicas. Ainda que a observação da Aurora não seja garantida, estas são formas de aumentar bastante suas chances de conseguir presenciar o destino. 

E também, de assegurar uma viagem mais tranquila, sem surpresas e que esteja de acordo com as normas do destino desejado.

Com tudo isso considerado te convidamos a juntar-se à Borealis! Explore destinos remotos em altas latitudes. Vivencie as Auroras Boreais!